Artigos

“Há uma crescente tendência das organizações em adotar alternativas flexíveis para os seus escritórios”

4 min read

Já só mesmo quem anda muito distraído é que ainda não compreendeu que existe um novo modelo de negócio, com base nas novas tendências da relação com o trabalho por parte das empresas. O “novo normal” é híbrido! Já ninguém discute ou tem dúvidas, e quem as tiver, embora tenha toda a legitimidade para as ter, está na nossa opinião a perder o seu precioso tempo. 

A discussão do momento é: qual o modelo híbrido a adotar?

Mais tempo no escritório? Porquê em casa, se podemos motivar as pessoas a trabalhar em espaços diferentes? Com abordagens mais enquadradas e próximas da sua qualidade de vida. Tratar as pessoas e os seus problemas para que estejam distantes destes durante o tempo de trabalho? Condicionar a sua forma de se relacionar dentro da empresa? Seja qual for a estratégia será híbrida, no que respeita às instalações e ao que as mesmas representam para cada trabalhador e gestor. 

No meio do desenho da abordagem híbrida, empresas como a Maleo, compreenderam que era preciso fazer com que os gestores dessem o passo decisivo.

A Maleo traduziu  um conceito em soluções de escritório, a pensar no futuro dos espaços de trabalho, com uma oferta completa de serviços integrados e total flexibilidade para se ajustar às realidades e necessidades específicas de cada negócio. Foi com este conceito que a Airbus, Lenovo, Xiaomi, Refinitiv e Getir, se tornaram seus clientes, enquadraram a solução que refletisse a sua nova relação com o trabalho e com os seus trabalhadores. 

Estas empresas, agora clientes da Maleo, têm em comum o modelo de negócio altamente sofisticado, que vai ao encontro da estratégia da empresa, que visa liderar o conceito de locais de trabalho do futuro, através do qual, todos estes clientes irão encontrar soluções para os seus escritórios, de forma a racionalizar as necessidades e otimizar as estruturas de custos e despesas gerais.

No caso da Airbus, por exemplo, o consórcio europeu aeroespacial, e grande player deste mercado, escolheu o espaço do Parque das Nações para integrar a sua sede no nosso país. Na mesma localização encontra-se agora a Xiaomi, empresa chinesa de telecomunicações com crescente quota de mercado em território nacional. Já a Lenovo, outra empresa de TI, optou pela MALEO da Rua Mouzinho da Silveira. Tal como a Refinitiv, fornecedor global de insights subordinados ao mercado financeiro, que decidiu integrar as equipas que se encontram em Portugal neste mesmo centro. Por fim, a Getir, unicórnio turco de serviços de entrega ao domicílio, também considerou a Mouzinho da Silveira como a solução ideal para instalar as suas estruturas administrativas em Lisboa.

Mafalda Samwell Diniz, Head of Marketing & Communication da MALEO, destaca no decorrer da nossa conversa, que “a escolha da MALEO por parte destas empresas é bem demonstrativa da qualidade dos serviços que propomos, mas também da crescente tendência das organizações em adotar alternativas flexíveis para os seus escritórios. Vivemos tempos complexos, onde os espaços de trabalho são cada vez mais analisados ao ínfimo pormenor e merecedores de constante reformulação. No caso da MALEO, a capacidade de antecipar tendências e de se dar a conhecer ao mercado como um conceito inovador de espaços de escritório, com todos os serviços integrados, para negócios das mais variadas dimensões, seja quais forem as suas necessidades, tem como consequência ser procurada por companhias que fazem destes critérios as exigências para o seu dia-a-dia e dos seus colaboradores”. 

Qualquer uma destas empresas terá à sua disposição aquilo que melhor distingue a MALEO, através dos habituais serviços premium, com projetos exclusivos feitos à medida, equipamento e serviços de escritórios virtuais, salas de reunião, business lounges e equipa de receção, para além de todo o suporte tecnológico e apoio logístico.


Veja o vídeo da entrevista em: https://www.computerworld.com.pt/2022/05/19/coffee-break-ha-uma-crescente-tendencia-das-organizacoes-em-adotar-alternativas-flexiveis-para-os-seus-escritorios/

Mafalda Samwell Diniz em entrevista a João Miguel Mesquita da Computerworld Portugal
Back

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo, fornecer funcionalidades de redes sociais e analisar o nosso tráfego. Também partilhamos informações acerca da sua utilização do site com os nossos parceiros de redes sociais e de análise, que as podem combinar com outras informações que lhes forneceu ou recolhidas por estes a partir da sua utilização dos respetivos serviços.

mais informações

Os cookies são pequenos ficheiros de texto que podem ser utilizados por websites para tornar a experiência do utilizador mais eficiente.

A lei diz que podemos armazenar cookies no seu dispositivo se forem estritamente necessários para o funcionamento deste site. Para todos os outros tipos de cookies precisamos da sua permissão, incluindo nos casos de transferências internacionais para os Estados Unidos.

Este site utiliza diferentes tipos de cookies. Alguns cookies são colocados por serviços independentes que aparecem nas nossas páginas.

Pode a qualquer momento alterar ou retirar o seu consentimento da Declaração de Cookies no nosso website.

Saiba mais sobre quem somos, como pode contactar-nos e como processamos os dados pessoais na nossa Política de Privacidade em https://maleo.com/pt/privacy-policy

Indique a sua ID de consentimento e a data quando entrar em contacto connosco sobre o seu consentimento.

Nome Descrição Prazo de Retenção
PHPSESSID Este cookie é essencial e permite que o site responda a qualquer acção executada pelo Utilizador, tal como completar um formulário de inquérito. O site não funciona corretamente se este cookie não for usado. Durante a sessão de navegação do site
rc::a, rc::c Cookie de segurança utilizado para distinguir humanos e bots na submissão de formulários através dos serviços da Google, podendo transferir algumas informações para os Estados Unidos. Durante a sessão de navegação do site
_ga_ Cookie analítico que permite a função do software de análise (analytics). Este software ajuda a analisar os nossos visitantes do site e fornecer informações anónimas, como navegadores utilizados, visitantes de retorno e de resposta às atividades de marketing. Esta informação ajuda-nos a melhorar o site e sua experiência on-line, podendo transferir algumas informações para os Estados Unidos. 2 anos